Importância da DRE na crise

O mundo inteiro está reduzindo a sua atividade econômica devido à pandemia do Corona vírus, o que certamente está afetando a situação financeira da maioria das empresas. Por esse motivo, ter uma boa gestão financeira se torna fundamental para proteger o fluxo de caixa das empresas, e amenizar os efeitos econômicos desta pandemia.

Juntamente ao Demonstrativo do Fluxo de Caixa, e Balanço Patrimonial, a DRE, é um dos três relatórios indispensáveis para avaliar a saúde financeira das empresas. A DRE, quando retrata a real situação da empresa, fornece aos administradores e gestores elementos fundamentais para tomada de decisão. Sem estas informações, a avaliação da verdadeira situação da empresa fica muito mais difícil, dificultando a tomada de decisões em momentos estratégicos como este.

Afinal de contas, o que é “DRE”?

Demonstração de Resultados do Exercício (DRE) é um relatório que oferece uma síntese completa de todas as atividades da empresa, tanto operacionais quanto não operacionais, em um determinado período, demonstrando claramente se há lucro ou prejuízo.

Embora seja elaborado anualmente devido às obrigações legais, é indicado que a DRE seja gerada mensalmente para fins administrativos e gerenciais, sendo uma das mais poderosas ferramentas de análise dos resultados e tomada de decisões.

É importante que a DRE seja elaborada de uma maneira sequencial e lógica, confrontando Receitas, Custos e Despesas. Essa análise permite que, até mesmo gestores não financeiros, interpretem facilmente as informações e entendam como está sendo composto o lucro líquido da organização, e o que fazer para maximizá-lo.

Com a DRE em mãos, você pode planejar o seu fluxo de caixa, projetar cenários e responder algumas perguntas importantes. Por exemplo: o que aconteceria com a empresa se a receita bruta caísse 50% por conta dos impactos da pandemia? Com esses números em mãos a empresa consegue se planejar melhor para “blindar” o seu negócio, tomando medidas essenciais, como redução de despesas, contratação de empréstimos e ajuste das linhas de produto para o novo momento.

Martin Reeves, economista do Boston Consulting Group, afirma que “uma empresa deve identificar e reagir a um ambiente de negócios deteriorado o mais cedo possível. Então, ela deve retirar os impedimentos para que a empresa possa sobreviver e atravessar este cenário”. 

É exatamente o que se recomenda que as empresas façam neste momento. Isto significa usar o trabalho do contador como mais do que o atendimento de obrigações legais e fiscais, mas como um suporte estratégico para a sobrevivência da empresa.

Viu como a DRE é importante para saúde da sua empresa ao longo prazo? A Zoing Contabilidade compartilha todo o seu conhecimento pelo blog, fique de olho! Este texto originalmente foi divulgado em outros sites e sofreu alterações ao ser publicado neste blog.