Estratégias e ações de emergência na crise

Hoje, antes de mais nada, você precisa entender e aceitar que a sua empresa será afetada, direta ou indiretamente, pelos efeitos econômicos do Coronavírus. Seja pela diminuição das vendas, pelo trabalho remoto da equipe ou por demandas diferenciadas dos seus clientes, por exemplo.

Então não adianta cruzar os dedos e torcer para que nada aconteça, porque isso pode te gerar uma ansiedade e uma quebra de expectativa muito grande.

Estamos em um momento de retração. É como se seu negócio entrasse em um casulo e consumisse a menor quantidade de recursos possível, para que assim possa ter energia suficiente para expandir pós-crise. 

A primeira pergunta que você deve fazer é: o quanto o seu caixa será afetado? 

Entendendo esse cenário, precisamos discutir os tópicos listados abaixo para que o seu ciclo financeiro suporte esse período.

  1. Vendas
  2. Despesas e Custos
  3. Capital de Giro
  4. Inadimplência

Depois de discutir esse cenário, a segunda pergunta que você deve fazer é: como fazer desses limões uma limonada?

Mas calma, vamos primeiro discutir os tópicos que foram listados anteriormente.

Vendas

Reveja sua meta de vendas e adote o pior cenário. Não quer dizer que em tempos de Corona você vai vender ZERO.

Você pode adotar um novo formato para oferecer seu serviço ou seu produto personalizado para clientes em tempos de Coronavírus.

Você pode fazer todo o atendimento online abusando da videoconferência, whatsApp, redes sociais por exemplo. Você também pode começar a entregar seus produtos por delivery e colocar a sua equipe para trabalhar nessas novas demandas.

Essa pode ser uma boa estratégia de vendas.

Despesas e Custos

É muito importante que você, empresário, entenda a saúde da sua empresa.

Se o maior custo da sua empresa é a folha de pagamento. Portanto, estude formas de reduzir a jornada dos seus funcionários e dê preferência ao trabalho home office (para reduzir custos com vale-transporte e alimentação) para que você não tenha gastos desnecessários nesse momento. 

Analise quais despesas não são essenciais neste período de crise e que você possa cortá-las ou diminuí-las. Se o seu negócio possibilitar o trabalho em casa, opte por ele e suspenda os serviços de manutenção da sua empresa e renegocie o aluguel do imóvel por exemplo.

Capital de Giro

Se precisar de mais recursos para financiar sua operação, dada a diminuição da receita ou do alto índice de inadimplência, tenha como primeira opção fontes não onerosas:

  • Renegocie prazos com fornecedores;
  • Atente-se à postergação do pagamento dos impostos e contribuições decretados pelo governo;
  • Diminua sua retirada se possível;
  • Defina política de caixa mínimo;
  • Negocie suas dívidas com seu banco para “carência” de 60 a 90 dias;
  • Identifique ativos que possam ser vendidos.

Porém, se ainda assim precisar recorrer a empréstimos onerosos, dê preferência às fontes de longo prazo. Fuja da tentação do cheque especial e outros créditos imediatos, porque os juros serão absurdos e podem comprometer ainda mais a sua liquidez.

Inadimplência

A inadimplência vai aumentar em negócios recorrentes e é necessário você entender quais ações você pode fazer para diminuí-las. Vamos trabalhar com algumas operações apropriadas para esse cenário:

  • Determine um profissional de sua equipe para acompanhar a inadimplência diariamente;
  • Organize os dados e identifique tendências;
  • Negocie com os seus clientes;
  • Comunicação com seu cliente é a chave;
  • Conte com seu contador para tomada de decisão.

Agora que você já sabe algumas ações que você pode colocar em prática para melhorar o cenário da sua empresa vamos para a próxima parte do conteúdo.

Lembra da segunda pergunta do início deste e-mail? Pois é, chegou a hora de entender como fazer uma limonada com essas limões que o Coronavírus está criando.

Não espere o melhor momento ou as melhores circunstâncias para agir no seu negócio. Em tempos de crise como esta, é uma boa oportunidade se reinventar e criar novas soluções para o seu negócio.

* Este texto originalmente foi divulgado em outros sites e sofreu alterações ao ser publicado neste blog.