O mundo está nos forçando a mudar!

Mesmo antes da pandemia, já estávamos lidando com diversos desafios  que a dinâmica da sociedade atual nos impunha. 

Em meio a essa crise, tudo que a gente não queria ver está exposto na nossa frente e não temos como fugir. Quer um exemplo? Como você está tomando decisões hoje pro seu negócio? E na sua vida pessoal? 

Imagino que uma insegurança pode ter tomado conta de muitas pessoas, e isso não é atoa! Estamos vivendo o que é chamado Mundo VUCA. Esse é um acrônimo em inglês que significa:

Volatility (volátil – mudanças acontecem rápido)

Uncertainty (incerto – imprevisível)

Complexity (complexo – multidisciplinar)

Ambiguity (ambíguo – existem várias verdades)

Esse conceito não é novo, na verdade surgiu pós Guerra Fria, mas foi na crise de 2008 que ele começou a ser aplicado aos negócios. 

Gerir nesse contexto é um grande desafio porque fomos programados a agir buscando certezas, ou ao menos, minimizando incertezas. Previsibilidade, plano de ação, olhar pro passado para planejar o futuro… era isso que norteava as ações de um bom gestor! De repente vemos tudo isso ir por água abaixo…

Já tem gente até reinventando o conceito e chamando de MUVUCA acrescentando duas novas letras que significam:

Meaningful – (senso de propósito)

Universal (impacto global)

O que faz muito sentido! Essa pandemia fez com que a gente se desse conta de como o mundo está todo conectado, que as nossas ações impactam pessoas que nem se quer conhecemos e da responsabilidade que temos sobre isso.

Um estudo mostra, que as empresas que tendem a ter sucesso no futuro precisam focar não apenas em gerar lucro. O aumento da consciência que os consumidores têm hoje em dia, está exigindo das empresas o que é chamado de Triple Bottom Line, que visa o Impacto Positivo que aquele negócio pode trazer pro mundo com base em três pilares principais: pessoas, planeta e lucro.

Isso tudo exige que todos os profissionais que querem se destacar no mundo de hoje desenvolvam competências relacionadas a soft skills (habilidades comportamentais e competências subjetivas). Um exemplo delas são:

  • Criatividade
  • Resiliência
  • Pensamento crítico
  • Flexibilidade
  • Agilidade
  • Colaboração
  • Inteligência emocional
  • Visão 
  • Estratégica

Como gestores, o principal papel para vencer os desafios desse “novo mundo” é construir um time com perfis e habilidades complementares. Diversos estudos mostram o tanto que a diversidade dentro de grupos complementares eleva os resultados da empresa por conseguir trazer diferentes visões para soluções de problemas.

Além disso, a descentralização do poder se torna algo fundamental a partir do momento que se entende que cada pessoa da empresa é capaz de otimizar os processos e resolver problemas que está enxergando. Sendo assim, as decisões ganham maior agilidade e a empresa tende a crescer e tornar os clientes mais satisfeitos.

Se você quer saber se o seu negócio está preparado para as exigências do Mundo VUCA, é necessário refletir sobre 3 pontos:

  • Como as decisões são tomadas na sua empresa?
  • Você busca ouvir as opiniões e sugestões da equipe?
  • Sua empresa estimula o desenvolvimento pessoal dos funcionários?

Converse com as pessoas de sua confiança na empresa sobre esses pontos e busque formas de melhoria, elas sempre existem!